REGULAMENTO DO PROGRAMA “BOLSA MÉRITO” 2022-2

Dispõe sobre as normas do Programa CONCURSO BOLSA MÉRITO – PROCESSO SELETIVO 2022.2 da Faculdade FACTHUS o seguinte:

 

DA PROMOÇÃO

Art. 1º – O “CONCURSO BOLSA MÉRITO” tem como objetivo conceder aos candidatos –Ingressantes 2022/2, Portadores de Diploma, Transferência ou Reingressos – Bolsas de desconto em todo o curso para cursar na Faculdade FACTHUS, sendo:

 

1º COLOCADO – BOLSA ESTUDANTIL DE 100% – válida durante (1) um ano. A partir do 13º pagamento de mensalidade em diante (1ª mensalidade do 3º período), Bolsa Estudantil de 75% até o término do Curso de Graduação na Modalidade Presencial da Unidade, ou Semipresencial  (Centro Universitário Brasília do Estado de Goiás – UniBRASÍLIA EAD);

2º COLOCADO – BOLSA ESTUDANTIL DE 75% – (Modalidade Presencial da Unidade, ou Semipresencial (Centro Universitário Brasília do Estado de Goiás – UniBRASÍLIA EAD) até o término do curso;

3º COLOCADO – BOLSA ESTUDANTIL DE 70% – (Modalidade Presencial da Unidade, ou Semipresencial (Centro Universitário Brasília do Estado de Goiás – UniBRASÍLIA EAD) até o término do curso;

COLOCADO  – BOLSA ESTUDANTIL DE 65% – (Modalidade Presencial da Unidade, ou Semipresencial (Centro Universitário Brasília do Estado de Goiás – UniBRASÍLIA EAD) até o final do curso;

COLOCADOBOLSA ESTUDANDIL DE 60% (Modalidade Presencial da Unidade, ou Semipresencial (Centro Universitário Brasília do Estado de Goiás – UniBRASÍLIA EAD) até o final do curso;

– 6º AO 10º COLOCADOS – 2 MENSALIDADES GRÁTIS – (Modalidade Presencial da Unidade, ou Semipresencial (Centro Universitário Brasília do Estado de Goiás – UniBRASÍLIA EAD).

 

DAS INSTITUIÇÕES E UNIDADES PARTICIPANTES E DATA DA AVALIAÇÃO:

 

Art. 2º   Unidade de Ensino Superior mantida pelo Ecossistema Brasília Educacional:

 

  • FACULDADE UNIBRASÍLIA DE MINAS GERAIS: Campus São Cristóvão: Rua Manoel Gonçalves de Rezende, 230 – Bairro Vila São Cristóvão – Uberaba/MG | (34) 3311-9800;

 

PARÁGRAFO ÚNICO: A Avaliação do Programa Bolsa Mérito será realizada no dia 19/02/2022 às 14h00min, através do formato PRESENCIAL (no Campus da Unidade), ou no dia 19/02/2022 das 08h00min às 18h00min no formato DIGITAL (através da Plataforma AVA – Ambiente Virtual de Aprendizagem). 

Média Geral: Processo Seletivo – Redação

  • Média da Redação: 6,0 pontos
  • Nota máxima da Redação: 10,0 pontos
  • Média Final da Redação para Aprovação: igual ou superior a 6,0 pontos

 

DAS INSCRIÇÕES


 
Art. 3º – Os candidatos poderão se inscrever através do site da Unidade, ou com a Equipe Comercial. Não será cobrada taxa de inscrição para participar do Concurso Bolsa Mérito;

 

Parágrafo primeiro – Os candidatos poderão se inscrever para todos os Cursos de Graduação Presencial e Semipresencial EAD ofertados na Instituição de Ensino Superior;

 

Art. 4º – Alunos VETERANOS (serão considerados Veteranos todos os Estudantes matriculados e regulares há mais de 6 meses – 1 semestre) serão considerados INELEGÍVEIS de participarem do Concurso Bolsa Mérito;

 

DOS PARTICIPANTES E DA REALIZAÇÃO PROVA


 
Art. 5º – Poderão participar todo e qualquer candidato que tenha Ensino Médio completo, sendo ele candidato de perfil de primeira Graduação (Ingressantes), segunda Graduação, Transferência ou Reingresso;

 

Art. 6º – A prova terá a duração de 2 (duas) horas e contará com uma Redação Dissertativa, no formato e com critérios de correção semelhantes ao ENEM, além da averiguação em programa de Plágio;

 

Art. 8º – O benefício será concedido durante toda a duração do curso. O contemplado que reprovar mais de 2 matérias, semestralmente, perderá o direito à bolsa. Independentemente da situação, o benefício é intransferível. Além disso, havendo o trancamento do Curso, abandono ou cancelamento, o(a) candidato(a) beneficiado com o Programa Bolsa Mérito perderá os descontos conquistados por meio desta Edição – Processo Seletivo 2022.2

 

DAS RESPONSABILIDADES


 
Art. 9º – Os ganhadores deverão cumprir 200 horas de serviço social por Semestre, definidos em listagem pela Coordenação do Núcleo de Responsabilidade Social (na ausência do setor específico de Responsabilidade Social, as ações de cunho social poderão ser definidas pela Coordenação do Curso ou Direção Geral da Unidade. O não cumprimento das Horas Sociais acarretará a perda do desconto;

 

Art. 10º – Tem como objetivo deste regulamento e critérios, fornecer a experiência prática, aperfeiçoar a qualidade técnica e científica dos ganhadores, complementando o ensino e aprendizagem escolar.

 

DO COMPROMISSO


 
Art. 11º – Os ganhadores se comprometem a executar todas as atividades necessárias e requeridas pela Instituição de Ensino Superior;

 

Art. 12º – Ficam obrigados, os ganhadores, informar ou esclarecer, qualquer impedimento que tenha junto a Instituição de Ensino Superior;

 

DO RESULTADO


 
Art. 13º – O resultado será divulgado no site da Instituição de Ensino Superior onde o participante inscreveu-se e efetuou a Avaliação.

 

PARÁGRAFO ÚNICO:
 

  1. Caso haja empate, seguiremos os seguintes critérios:

 Primeiro critério: no caso de empate, será beneficiado com a Bolsa de Estudos o candidato com maior idade, comprovada em Documento Oficial (Ex: RG);

 

Segundo critério: no caso de idades iguais, o candidato com maior média na Redação será beneficiado com a Bolsa de Estudos.

 

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS


 
Art. 14º – Os candidatos e contemplados autorizam desde já a utilização de seus nomes, imagens e sons de voz, sem quaisquer ônus para a Faculdade FACTHUS, com vistas à divulgação do programa, em quaisquer meios de comunicação, durante todo o seu curso.

 

Art. 15º – Os casos omissos e as situações não previstas neste regulamento serão resolvidos pela Direção Geral da Instituição de Ensino Superior, que utilizará, além da legislação em vigor, o bom senso e a equidade na solução dos impasses, não cabendo qualquer tipo de recurso ou contestação das decisões tomadas.

 

Art. 16º – Se por qualquer motivo, alheio à vontade e controle da Instituição de Ensino Superior não for possível conduzir este concurso conforme o planejado, esta poderá modificá-lo, suspendê-lo e/ou finalizá-lo antecipadamente, mediante aviso aos participantes. Caso o concurso tenha sua data adiada, a Instituição deverá avisar ao público em geral e aos participantes, através dos mesmos meios utilizados para sua divulgação do concurso, explicando as razões que as levaram a tal decisão.

 

Art. 17º – Fica válida a campanha apenas para os cursos vigentes na Instituição de Ensino Superior;

1.1 – Ao inscrever-se, o candidato deverá optar por um Curso como 1ª opção. Contudo, a Classificação no Processo Seletivo no Programa Bolsa Mérito não permitirá a reopção de Curso para os contemplados entre a 1ª e 10ª Colocação;

1.5 – Ao definir a 1ª de Curso, o Candidato deverá escolher a modalidade ofertada e as características exclusivas dos Cursos de Graduação Presenciais e Semipresenciais EAD;

1.7 – Concurso Bolsa Mérito na Modalidade Presencial (mediante autorização por meio de Decretos e Notas Técnicas locais que permitem a Prova Presencial que será realizada no dia:                ).

1.8 – Será concedido atendimento ao candidato com necessidades especiais, em conformidade com a legislação específica, abarcando-se, também, para todos os fins, aqueles que utilizam prótese metálica, prótese auditiva, marca-passo, ou ainda o candidato que por intercorrência grave de saúde necessitar de condições especiais para fazer a prova e para que receba o acompanhamento adequado, em caso de aprovação. O candidato que desejar atendimento especial no dia da prova deverá realizar a solicitação via formulário, a depender do tipo do processo seletivo para o qual se inscreveu, para que o pedido seja analisado. O formulário de atendimento especial estará disponível na Instituição de Ensino.

 

1.9 – O candidato deverá enviar o formulário preenchido e assinado, juntamente com o respectivo laudo médico (original) contendo o carimbo e assinatura do profissional especializado na respectiva área de saúde, responsável pela emissão, emitido nos últimos 6 (seis) meses, comprovando a necessidade especial, a data do diagnóstico, de preferência o código correspondente da classificação internacional de doenças (CID-10), o tratamento a que está sendo submetido e a necessidade do candidato para a realização da prova, bem como carimbo e assinatura do profissional responsável pela emissão do laudo, para o e-mail disponibilizado pela Instituição de Ensino, de acordo com a data da prova.

 

2.0 – O laudo será avaliado por equipe multiprofissional, a qual, se necessário, poderá convocar o candidato para entrevista.

 

2.1 – O candidato que não apresentar o laudo, no prazo definido para cada prova e nas condições especificadas neste Edital, seja qual for o motivo alegado, poderá não ter a condição atendida. Nas hipóteses em que houver atraso de envio do laudo, conforme especificações previstas no presente edital, poderá ainda ser concedido o atendimento, ficando este, neste caso, sujeito à análise de viabilidade e razoabilidade do pedido.

 

2.2 – As pessoas com necessidades especiais participarão da seleção em igualdade de condições com os demais interessados, no que se refere ao conteúdo da prova, à avaliação e aos critérios de aprovação, além da nota mínima exigida.

 

2.3 – O candidato que utiliza prótese/aparelho auditiva e não requerer condição especial para realizar a prova, conforme especificado neste Edital, não poderá realizar a prova portando a referida prótese.

 

DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS

 

2.4 – O candidato irá participar do Processo Seletivo – Programa Bolsa Mérito no formato presencial ou online, conforme estabelecido previamente neste Edital.

 

2.5 – Para realização das provas no formato presencial (apenas quando forem autorizadas por meio de Decretos e Notas técnicas locais – onde está localizada a Instituição de Ensino Superior além do estabelecido nos demais itens deste Edital para o processo seletivo, o candidato deverá considerar os seguintes critérios:

 

2.6 – Comparecer ao local designado para a realização das provas com antecedência mínima de 1 (uma) hora em relação ao horário fixado para o início das provas.

 

2.7 – O candidato deverá comparecer ao local da prova munido de documento oficial de identidade original e com foto atualizada, lápis preto, borracha, caneta esferográfica transparente com tinta na cor preta e máscaras de proteção facial, com cobertura total de nariz e boca, para uso pessoal. O horário de chegada ocorrerá em grupos com intervalo de 30 minutos para evitar aglomerações na entrada.

 

2.8 – Considerando as recomendações e medidas dos centros e departamentos governamentais, com vistas à prevenção do contágio e ao combate do novo Coronavírus (COVID-19), serão observados os cuidados como medição de temperatura corporal, de distanciamento social e higienização relativos à prevenção do contágio do COVID-19, devendo o candidato que estiver com sintomas de COVID-19 ou que teve contato com alguém doente ou com suspeita de COVID-19, não comparecer ao local de provas.

 

2.9 – O candidato, ao entrar no prédio, deve dirigir-se imediatamente à sala de prova. É proibida a permanência em saguões, corredores, áreas externas etc.;

 

3.0 – Será obrigatório o uso de máscaras de proteção facial com cobertura total de nariz e boca, durante todo o período de realização da prova, para uso pessoal, conforme o Decreto Estadual. Não será permitida a entrada, nem a permanência no prédio sem máscara. O candidato deverá levar máscaras adicionais, de acordo com o período de duração de sua prova, considerando as recomendações dos órgãos de saúde e álcool em gel a 70% para uso pessoal.

 

3.1 – Poderá ser dispensado de utilizar a máscara o candidato transtorno do espectro autista, com deficiência intelectual, com deficiência sensorial ou com quaisquer outras deficiências que o impeça de fazer o uso adequado de máscara de proteção facial, desde que apresente declaração médica específica, no dia da realização da prova.

 

3.2 – O candidato será responsável pelo acondicionamento e/ou descarte de seu material de proteção utilizado (máscaras, luvas etc.), seguindo as recomendações dos órgãos de saúde; Somente será admitido à sala de provas o candidato que apresentar documento original, com foto, que bem o identifique, como um dos seguintes:

 

  • Carteira, cartão e/ou cédula de identidade expedida por órgãos como Secretaria de Segurança ou similar, Forças Armadas, Ministério das Relações Exteriores, Polícia Militar e Corpo de Bombeiro;

 

  • Identidade para estrangeiros;

 

  • Carteira profissional expedida por órgão ou conselho de classe que, por lei federal, equivalha a documento de identidade (Exemplos: carteira do CREA, CREF, OAB, CRC, CRM etc.);

 

  • Carteira de Trabalho e Previdência Social;

 

  • Carteira Nacional de Habilitação (com fotografia, na forma da Lei nº 9.503, de 1997). *Tendo em vista a necessidade de identificação civil dos candidatos não apenas no ingresso nos locais de provas como também durante a realização das provas, e em razão da proibição do uso de celulares e aparelhos eletrônicos, fica vedada a apresentação pelo candidato exclusivamente da Carteira Nacional de Habilitação em meio eletrônico (CNHe). Para fins de identificação civil o candidato obrigatoriamente deverá apresentar documento original com foto e em meio físico, dentre aqueles admitidos neste Edital.

 

3.3 – Somente será admitido na sala ou local de prova o candidato que apresentar um dos documentos citados desde que permita, com clareza, a sua identificação e estiver usando máscara de proteção facial, com cobertura total de nariz e boca, nos moldes indicados no neste Edital. Se houver dúvida em relação à fisionomia/identidade do candidato no momento da identificação, poderá ser exigida a retirada da máscara, mantido o distanciamento recomendado, e sua imediata recolocação após a identificação, podendo, ainda, ser exigido o exame da máscara e/ou máscara reserva.

 

3.4 – Os documentos deverão estar em perfeitas condições, de forma a permitir, com clareza, a identificação do candidato.

 

3.5 – A Comissão Organizadora do Vestibular, objetivando garantir a lisura e a idoneidade do Vestibular, o que é de interesse público e, em especial, do próprio candidato, poderá solicitar ao candidato que proceda com a identificação digital – autenticação digital – em documento próprio, identificação biométrica, filmagem ou registro fotográfico antes ou durante a aplicação das provas, no ato da matrícula ou no início do semestre, e no decorrer do curso, a critério da Instituição. Na hipótese de o candidato não a autenticar digitalmente, deverá registrar, obrigatoriamente, sua assinatura em campo específico, por 3 (três) vezes. Caso o candidato se recuse a colaborar no processo de sua correta identificação, será eliminado do certame, momento em que será lavrado termo de desclassificação, na presença e com a assinatura de duas testemunhas.

 

3.6 – Não haverá funcionamento de guarda-volumes durante a realização das provas, e a instituição não se responsabiliza por furto, roubo, perda ou extravio de objetos.

 

3.7 – Após o início das provas, serão concedidos 30 (trinta) minutos de tolerância para a entrada de candidato retardatário na sala, sem que haja acréscimo no horário fixado para o término das provas; findo esse tempo, os portões serão fechados e será vedada a entrada a qualquer candidato.

 

3.8 – O candidato não poderá retirar-se da sala antes de transcorridos pelo menos 60 (sessenta) minutos do início das provas.

 

3.9 – O candidato que, durante as provas, precisar de atendimento no ambulatório médico, não terá, por esse motivo, direito a tempo adicional.

 

3.10 – Durante a realização das provas, somente será permitido o uso de caneta esferográfica transparente de tinta azul ou preta, lápis e borracha; em nenhuma hipótese poderão ser utilizados quaisquer dos aparelhos, dispositivos, equipamentos ou peças de vestuário previstos neste edital. O candidato que os utilizar ficará automaticamente eliminado do vestibular.

 

3.11 – As respostas das provas de múltipla escolha deverão ser transcritas para a folha de respostas, com caneta esferográfica transparente de tinta azul ou preta. A folha de respostas, cujo preenchimento e a devolução devidamente assinada é de inteira responsabilidade do candidato, será o único documento válido para a correção das provas de múltipla escolha.

 

3.12 – Serão de inteira responsabilidade do candidato os prejuízos advindos de marcações incorretas na folha de respostas: dupla marcação, marcação rasurada ou emendada e campo de marcação não preenchido integralmente. Em nenhuma hipótese, serão admitidas rasuras na folha de resposta. Ressalte-se que, nessas situações, a folha de respostas não será substituída.

 

3.12 – Para realização do Vestibular Digital, via aplicativo, além do estabelecido nos demais itens deste Edital para o processo seletivo, o candidato deverá considerar os seguintes critérios:

 

  • O candidato deverá acessar, através do computador ou dispositivo o site https://ava.bras.digital/;

 

  • O Login e Senha de acesso serão informados pela Comissão de Vestibular;

 

  • As provas, serão realizadas no próprio ambiente do aplicativo, e os candidatos deverão seguir as instruções que serão disponibilizadas durante a navegação. Na aba superior do site, o candidato deverá acessar em “Meus Cursos” o Modelo de Prova cadastrado;

 

  • As orientações para redigir o texto serão disponibilizadas no site antes do início da Prova.

 

  • Será de responsabilidade do candidato qualquer fator de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados durante a realização da prova, desde que tais fatores não sejam relacionados a falhas do site;

 

3.13 – Para realização das provas no formato online, via site ou plataforma, além do estabelecido nos demais itens deste Edital para o processo seletivo, o candidato deverá considerar os seguintes critérios:

 

  • O candidato poderá realizar as provas online, via site, nos links disponibilizados nas datas e horários informados nas comunicações. Para realização das provas, os participantes deverão seguir as instruções que serão disponibilizadas durante a navegação;

 

  • Durante a realização das provas, por qualquer motivo, inclusive de instabilidade técnica/internet, o candidato que abandonar as provas, não poderá retornar para terminá-la, devendo iniciar um novo Modelo de Prova;

 

  • É de exclusiva responsabilidade do candidato a estabilidade e a qualidade técnica dos equipamentos/internet utilizados para a realização das provas;

 

  • É vedada a gravação da prova online.

 

3.14 – Os candidatos que realizarem as provas presencialmente ou online (aplicativo, site ou plataforma) deverão ainda considerar:

 

  • Não será permitido ao candidato, durante o período de realização das provas, consultar nenhuma espécie de material, como folhas, livros ou revistas, entre outros.

 

3.15 – Será automaticamente eliminado o candidato que:

 

  • valer-se de meios fraudulentos na inscrição ou durante a realização das provas;

 

  • obtiver zero em qualquer uma das provas (objetiva e/ou redação);

 

  • não atingir 20% (vinte por cento) do valor da prova de redação;

 

  • apresentar-se após o horário estabelecido;

 

  • não comparecer a qualquer uma das provas, seja qual for o motivo alegado;

 

  • não apresentar documento que bem o identifique;

 

  • ausentar-se da sala de provas sem o acompanhamento do fiscal ou antes de decorrida 1 (uma) hora do início das provas;

 

  • estiver portando ou fazendo uso de qualquer tipo de equipamento eletrônico de comunicação (tais como agenda eletrônica, relógio digital, telefone celular, smartphone, tablet, pager, walkman, mp3, receptor, gravador, laptop, iPod, fones de ouvido e equipamentos similares);

 

  • permanecer usando óculos escuros (salvo em caso de recomendação médica, com a apresentação de laudo/atestado médico comprovando a necessidade, na forma do item 2), quaisquer acessórios de chapelaria. Nesse caso, deverá solicitar atendimento especial com antecedência, conforme itens neste Edital;

 

  • fizer anotação de informações relativas às suas respostas no comprovante de inscrição e/ou em qualquer outro meio que não o fornecido pela Comissão Organizadora do Vestibular, no dia da aplicação das provas;

 

  • estiver portando armas de fogo ou brancas;

 

  • utilizar de meios ilícitos para a execução das provas;

 

  • se ausentar da sala de prova, levando consigo a folha de respostas e a folha de redação definitiva;

 

  • perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos.

 

  • não realizar o upload do documento de identidade ou enviar o documento fora do padrão e que não atenda as normas estabelecidas neste Edital, para os processos on-line;

 

  • ausentar-se do ambiente online de prova por mais de 5 minutos.

 

  • comparecer e/ou permanecer no local de prova(s) sem o uso de máscara de proteção facial com cobertura total de nariz e boca, conforme previsto neste Edital, e/ou aquele que não atender às regras e orientações relativas ao distanciamento e à prevenção do contágio do COVID-19.;

 

  • se recusar a retirar a máscara para o procedimento de identificação, conforme estabelecido no Edital.

 

3.16 – Também motivará a eliminação do candidato, sem prejuízo das sanções penais cabíveis, a burla ou a tentativa de burla a quaisquer das normas definidas neste edital e/ou em outros instrumentos normativos relativos ao vestibular, nos comunicados, nas instruções ao candidato e/ou nas instruções constantes na prova, bem como o tratamento incorreto e/ou descortês a qualquer pessoa envolvida na aplicação das provas ou a outros candidatos.

 

3.17 – Quando, após a prova, for constatado, por meio eletrônico, estatístico, visual, grafológico ou qualquer outro, ter o candidato utilizado processos ilícitos, sua prova será anulada e ele será automaticamente eliminado do processo seletivo.

 

3.18 – Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para a aplicação das provas.

 

3.19 – A prova de Redação será corrigida observados os seguintes critérios: Macroestrutura: Abordagem do tema e do assunto proposto, domínio do tipo textual dissertativo argumentativo, organização da informação, exposição de ideias, coerência e coesão, argumentação, capacidade de persuasão e análise, apresentação estética (legibilidade, respeito às margens e indicação de parágrafos). Microestrutura: Adequação ao padrão culto da língua: ortografia, acentuação, pontuação, emprego de recursos coesivos e de articuladores textuais, relações lógico-semânticas, concordância, regência, emprego de pronomes e tempos verbais, seleção lexical.

 

3.20 – Na correção da redação do participante surdo ou com deficiência auditiva, serão adotados mecanismos de avaliação coerentes com o aprendizado da língua portuguesa como segunda língua, de acordo com o Decreto nº 5.626, de 22 de dezembro de 2005.

 

3.21 – Na correção da redação do participante com dislexia, serão adotados mecanismos de avaliação que considerem as características linguísticas desse transtorno específico.

 

3.22 – Será atribuída nota zero aos textos que forem produzidos com até 7 (sete) linhas, fugirem inteiramente ao tema, veicularem impropérios e/ou parte de texto deliberadamente desconectada do tema, estiverem escritos em outra língua, redigidos em versos, não atenderem ao tipo textual exigido no enunciado da proposta da prova, e, ainda exibir linhas com cópias de textos motivadores ou plágio de qualquer conteúdo, inclusive os do caderno de questões, exceto trechos entre aspas, com identificação da fonte. Nos casos de tangenciamento, será atribuída a nota mínima à redação.

 

3.23 – A redação presencial deverá ser transcrita para a folha definitiva com caneta esferográfica de tinta azul ou preta. É de inteira responsabilidade do candidato sua devolução ao fiscal de sala, devidamente assinada, sendo este o único documento válido para a correção.

 

3.24 – A redação do Vestibular Digital deve ser digitada (mínimo de 20 linhas) no espaço pré-definido no ambiente de prova e considerando as orientações disponibilizadas. É de inteira responsabilidade do candidato a finalização da redação no aplicativo, site ou plataforma.

 

3.25 – Em nenhuma hipótese haverá repetição, recorreção, revisão ou realização de prova em segunda chamada nem serão concedidas vistas à folha de respostas e/ou à de redação.

 

3.26 – O candidato aprovado que não possuir ensino médio completo, concluído e devidamente comprovado, não poderá requerer matrícula, uma vez que não atende ao disposto no item 6.4 nem ao que determina a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº. 9.394, de 1996, art. 44, II). Caso a conclusão do ensino médio do candidato seja iminente, porém, após a data de matrícula, a instituição, excepcionalmente, poderá aceitar o requerimento de matrícula do candidato no prazo previsto a ser consultado na Central de Atendimento ao Candidato, condicionando a sua efetivação, à entrega do certificado de conclusão do ensino médio ou de curso equivalente, até o início das aulas do respectivo semestre, conforme calendário da Instituição de Ensino. Caso o documento não seja entregue no prazo citado, a matrícula será considerada nula para todos os efeitos.

 

3.27 – Em virtude de eventual prorrogação de recomendação de isolamento social definido pelos Órgãos do Governo, em decorrência da Pandemia da COVID 19, o formato e modalidade de aplicação da prova poderão ser alterados, caso em que os candidatos serão devidamente comunicados.

 

DA MATRÍCULA

 

3.28 – A matrícula dos candidatos classificados no limite das vagas será feita pela Instituição de Ensino Superior.

 

3.29 – A convocação em segunda e terceira chamadas de candidatos excedentes, quando o curso tiver excedentes, será feita por telefone e/ou telegrama após o período oficial de matrícula.

 

3.30 – Excedente é o candidato aprovado, mas não classificado no limite das vagas do curso pretendido, o qual só será convocado em caso de desistência do candidato classificado.

 

3.31 – A não efetivação da matrícula nas datas fixadas acarretará perda do direito à respectiva vaga, e abrirá igual número de vagas para os classificados subsequentes. Não haverá, portanto, reserva de vagas. Para matricular-se, o aluno poderá apresentar 02 cópias do Histórico Escolar do Ensino Médio, sendo uma delas autenticada em Cartório. Para a conclusão da matrícula, o aluno deverá apresentar 2 cópias de cada documento, sendo uma delas autenticada em Cartório. Documentos necessários para a Matrícula:

 

  • Certificado de Conclusão do Ensino Médio;

 

  • Histórico Escolar do Ensino Médio;

 

  • Certidão de Nascimento ou de Casamento;

 

  • Quitação com o Serviço Militar, para os maiores de 18 anos do sexo masculino;

 

  • Título de Eleitor;

 

  • Comprovante de quitação com as obrigações Eleitorais (última eleição), para maiores de 18 anos;

 

  • Documento oficial de Identidade;

 

  • CPF do aluno;

 

  • Comprovante de residência atualizado;

 

  • Fotos 3×4. 6.5 – Para os candidatos estrangeiros: identidade de estrangeiro; CPF; comprovante de endereço; passaporte e visto do tempo de permanência no Brasil.

 

3.32 – Para candidatos que concluíram o ensino médio no exterior: histórico escolar do ensino médio traduzido e juramentado; cópia do parecer da Secretaria de Estado da Educação validando a equivalência de estudos no exterior; e cópia da publicação no Diário Oficial da União (DOU). Caso tenha realizado os estudos de ensino médio em instituição estrangeira, o aluno deverá, antes de formalizar a matrícula, obter a certidão de equivalência no Conselho Estadual de Educação.

 

3.33 – O Candidato-Contratante declara: I. que satisfaz os requisitos legais para realizar o curso superior no qual requer sua matrícula; II. que são verdadeiros, válidos e regulares os documentos que apresenta para comprovar sua identidade e a satisfação de tais requisitos, tais como históricos escolares, declaração de conteúdo e outros previstos neste Edital; III. a regularidade e validade, dos cursos e estudos que realizou anteriormente à matrícula, ou sua convalidação/revalidação.

 

3.34 – Para os menores de 18 anos, a assinatura do contrato deverá ser de um responsável legal.

 

3.35 – No caso de a matrícula ser feita por procuração, junto ao contrato de prestação de serviço deverá ser anexada cópia da carteira de identidade e do CPF do procurador e do contratante.

 

3.36 – Os candidatos aprovados que utilizarem o resultado do Enem deverão apresentar, além dos documentos acima, a cópia do boletim do Enem com o mesmo número de inscrição e notas daquele exame, utilizado no processo de classificação do vestibular.

 

3.37 – Ao se matricular, o aluno poderá requerer o aproveitamento de disciplina (s) de outro curso em nível superior eventualmente realizado, nas formas e condições da Instituição de Ensino.

 

3.38 – Os casos de cancelamento de matrícula serão regulados pelo contrato de prestação de serviços educacionais firmado com a instituição de ensino e pelo respectivo estatuto e/ou regimento interno da Instituição de Ensino Superior.

 

3.39 – A matrícula que houver sido realizada com a utilização de meios fraudulentos ou inobservância à legislação e a este Edital, poderá ser cancelada a qualquer tempo, e o candidato não terá direito à restituição dos valores pagos, sem prejuízo das demais sanções previstas na lei.

 

3.40 – A Matrícula poderá ser realizada de forma Digital ou Presencial com o necessário envio dos documentos através do e-mail ou plataforma através do aluno. Além disso, o aluno deverá levar as cópias + cópias autenticadas em Cartório dos respectivos documentos até a Instituição de Ensino em prazo definido pela mesma.

 

 

Art. 18º – Reitera-se que é vedada a participação de alunos veteranos e colaboradores da Faculdade FACTHUS. Este Regulamento entra em vigor a partir desta data, não podendo ser requerido indicações retroativas de alunos já matriculados/transferidos e substituindo Regulamentos ora vigentes na Instituição.

 

 

Goiânia – GO, 31 de Janeiro de 2022

 

Faculdade FACTHUS
 Mais que educação, transformação social.